My old room was….

Em 11.08.2016   Arquivado em BEDA 0 comentário aguardando moderação

Praticamente todo rosa e relativamente grande para duas pessoas ficarem com seu canto. Assim que você entrava, era nítido a quem pertencia cada lado.

Olhando pra esquerda via-se uma cama rosa, um guarda-roupa de madeira, duas cômodas e inúmeros pôsteres colados na parede. KLB, Sandy Junior, Chiquititas, Harry Potter, Br’oz, Rouge, Backsteet Boys, Spice Girls… Inúmeras caras eram vistas ali, sendo renovadas de tempos em tempos. Do outro lado, uma cama, uma cômoda, um guarda-roupa e uma penteadeira que destoava do resto do ambiente. Tudo clean. Sem nada nas paredes. Ah, e uma rede. Saudades daquela rede.

O tempo foi passando e os pôsteres foram saindo e novas cores foram colocadas naquelas paredes. Onde já se viu combinar roxo com amarelo? Também não sei, mas essas foram as cores que permaneceram nele até o fim.

Mas dentro daquele quarto morava uma garotinha cheia de sonhos e de desejos. Conhecer o mundo, conhecer alguns artistas, falar inglês, entender as músicas que ouvia no seu disc-man, ter uma TV maior, um espaço só pra ela. Viver um grande amor, ser feliz com a família, ter seu emprego, seu carro.

O tempo passou e aquela garotinha cresceu. E perdeu sua companheira de quarto.

Teve que se mudar para o quarto ao lado, pois as lembranças das conversas até tarde da noite, das especulações, das confissões, das vezes que ela ficava falando sozinha eram fortes demais para que ela aguentasse. A dor que ela sentia e o medo de ficar só eram maiores que tudo.

O tempo passou mais uma vez e aquela jovem teve que se desfazer do seu passado. Sua cama já não ia ser mais a mesma, nem a penteadeira, as cômodas e muito menos as paredes daquele local. O novo quarto era estranho, menor que sua metade, com bem menos coisas que seu antigo quarto tinha.

Desse segundo quarto veio o terceiro, atual. Aquele que abriga os sonhos e os desejos do coração dessa (ainda) jovem mulher. As coisas mudaram muito entre um e outro, mas a essência e os sonhos ainda são os mesmos. E um dia ela há de realizá-los.

  • Luly

    Em 11.08.2016

    Miga, achei seu post TÃO sensível… Mas tão, tão sensível, que eu nem sei dizer o quanto. E ao mesmo tempo simples, sabe… Gosto tanto disso!
    Sei lá, acho que é porque eu acompanhei, mesmo que de longe, as mudanças da sua vida ao longo desses anos, então sei também o quanto cada uma delas mexeu com você, impossível não sentir um pouquinho também, né?

  • Lívia

    Em 11.08.2016

    Que texto lindo, Rê! Não tenho dúvida de que você vai realizar todos os seus sonhos. Engraçado como alguns nos acompanham desde pequenas, ão é?
    No meu quarto de adolescente eu tinha posteres de Sandy &e Junior, depois Twister e depois Kaká e Giba. Ai, meus 15 anos <3
    Um beijo!