Ligações

Ligações

Ligações é o 4º livro da Rainbow Rowell que eu leio em (quase) 1 ano. Comecei a ler em inglês, mas por falta de tempo eu parei. Quando estava viajando achei a versão em português do livro e acabei comprando. Coloquei ele na minha TBR da maratona e até agora foi o único livro que eu li #fail.

O livro conta a história de Georgie McCool, uma roteirista de sitcom, que vê a oportunidade que ela sempre sonhou bater a sua porta perto do feriado do Natal. O que significa que ela não vai poder viajar com o marido e as filhas pequenas para a casa da sua sogra, em Omaha (Nebraska). O marido não quer desistir da viagem e vai assim mesmo, deixando Georgie sozinha em casa.

Assim que ele vai embora ela começa a pensar um pouco sobre a vida e seu relacionamento. Todos acham que seu casamento não está vivendo os melhores dias e essa separação deles, mesmo que por uns dias, poderia ser o ponto final dele. O livro vai narrando os dias que antecedem o feriado de Natal, narrando os fatos que acontece com a Georgie no trabalho dela e na casa da mãe, lugar que ela vai se abrigar por uns dias, por não querer chegar em casa e encontrá-la vazia.

É na casa de sua mãe que ela acha um antigo telefone fixo amarelo, que ela tinha quando adolescente. Ela pluga na tomada e resolve ligar para seu marido, já que ele não atende as ligações que ela faz pro celular dele. Logo na primeira vez que eles se falam ela percebe que tem algo muito errado acontecendo, pois num momento, Niel (o marido dela) diz pro pai dele desligar o telefone enquanto ele vai atender no outro ponto. Só que o pai dele não estava mais vivo quando Georgie fez a ligação. Então, o que será que aconteceu?

Eles se falam ao telefone outras vezes e ela percebe que, de alguma forma misteriosa, ela está falando com o Niel do passado, de 1998, quando eles ainda eram só namorados. Através das ligações ela pensa que pode conseguir resolver os problemas da vida dela no futuro, como salvar seu casamento.

O livro é bom, apesar do começo arrastado. Até as ligações começarem a aparecer ele não tem tanta emoção, mas com elas acontecendo você fica imaginando como eles podem estar se falando. E no livro indica que o Niel sabia que estava falando com uma Georgie que não era a Georgie que ele conhecia naquele momento. Ele sabia que tinha algo de errado e no final, ele tem um dejá vu com uma conversa que eles tem no presente, mostrando que as ligações não eram um surto, elas realmente aconteceram.

Em “Ligações”, a autora coloca essa viagem no tempo numa forma em que não estamos acostumados a ver por aí. Com o decorrer do livro, Georgie começa a repensar sobre sua vida, seu relacionamento. Ela vê o quanto o marido dela já abriu mão das coisas dele por ela, e sua consciência pesa nesse momento. Georgie poderia ser considerada uma workaholic, e seu marido faz a vez de “dono” de casa, já que a mulher vive no trabalho. Suas duas filhas são umas fofas, mas você percebe que elas são mais apegadas ao pai, já que ele está 24/7 com elas, enquanto a mãe não.

Uma coisa que eu gosto nos livros da Rainbow é a maneira como ela escreve. Por mais que a história não te prenda no início você acaba se identificando com os personagens, se colocando no lugar deles, torcendo, ficando com raiva. Já li todos os livros lançados por ela, um deles eu li em inglês e digo que a leitura dele é fácil (só emperrei no fato de ter comprado paperback e eu ODEIO livros assim); Rowell não se limita em escrever personagens adolescentes como personagem principal. Attachments (ou Anexos, em português) tem como personagem principal um cara (que já passa dos seus 30 anos, assim como Georgie) e o livro é simplesmente perfeito.

E aí, o que vocês acharam? O que vocês fariam caso ligassem para alguém e pudesse falar com aquela pessoa no passado (ou futuro)? Como disse acima, esse foi o único livro da TBR que eu li até agora. Já comecei o 2º (O Presente) e tô querendo terminar hoje (se minha vida deixar. Gente do céu. Eu paro pra fazer qualquer coisa pra mim e até o Papa me chama!)

Ligações – Rainbow Rowell
ISBN-13: 9788542804812
ISBN-10: 8542804813
Ano: 2015 / Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Novo Século

;*

FUI!!!

Comente este post!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Luly

    Meu Deus, parece ser uma história maravilhosa, fiquei muito curiosa com como tudo se resolve no final, quero leeeer!!!
    E a capa é linda!
    Fiquei imaginando se eu tivesse no lugar dela nessa viagem do tempo estranha, passaram tantas coisas e possibilidades pela minha cabeça…

  • Lívia

    Os livros dessa autora sempre me chamam a atenção… não sei se pela capa que geralmente é linda ou porque me identifico com o conteúdo. Ainda não li nenhum, mas “Anexos” está na minha listinha…
    E, gente, que história inusitada! Adoro viagens no tempo <3
    Por coincidência, estou lendo um livro que tbm tem um casamento em crise como pano de fundo, "Nós", do David Nicholls.
    Btw, adoro suas resenhas, Rë! Difícil ler algum post em que o blogueiro diz realmente o que achou do livro, com lados bons e ruins.
    Beijo!